Pular para o conteúdo Vá para o rodapé

Sindicato de Cornélio protesta no Dia de Luta no Santander

O Sindicato de Cornélio Procópio participou das atividades do Dia Nacional de Luta dos Funcionários do Santander com manifestação em frente à agência do banco, que cobrou mais agências, mais bancários, mais segurança e respeito.

A mobilização foi indicada pela COE (Comissão de Organização dos Empregados) e objetivo pressionar o banco a contratar mais funcionários e suspender o fechamento de agências para melhorar não só as condições de trabalho, mas também o atendimento aos clientes e à população em geral. “O banco fundiu agências, concentrando um enorme número de correntistas em algumas unidades sem que tenham a dotação de pessoal suficiente para tamanha demanda. O resultado é sobrecarga de serviços para bancários, mais demora para atender clientes e muita reclamação”, denuncia o presidente do Sindicato de Cornélio Procópio, Johni Oliveira Müller.

Durante o protesto o Sindicato distribuíu material com denúncias sobre a forma como o Santander trata os bancários e os clientes

Segundo Johni, dados do balanço do Santander, referente ao primeiro trimestre deste ano, demonstram que são 1.150 cliente por funcionário. “Essa é uma proporção desumana imposta pelo banco que provoca adoecimento nos bancários e bancárias”, aponta.

Por Armando Duarte Jr.

Deixe um comentário

0/100

the Kick-ass Multipurpose WordPress Theme

© 2023 Kicker. All Rights Reserved.

Sign Up to Our Newsletter

Be the first to know the latest updates

[yikes-mailchimp form="1"]