Pular para o conteúdo Vá para o rodapé

Lula estará nas comemorações do 1º de Maio em São Paulo

O 1º de Maio, Dia do Trabalhador e da Trabalhadora, comemorado em todo o país, terá seu maior palco no Vale do Anhangabaú, centro de São Paulo, onde o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) será recebido pelo presidente da CUT, Sérgio Nobre, e, também, por representantes da Força Sindical, CTB, UGT, Intersindical (Classe Trabalhadora), CSB, Nova Central e Pública, a partir das 10 horas.

A presença de Lula nas comemorações do 1º de Maio carrega um forte simbolismo para os trabalhadores depois de o país estar por quatro anos sob o comando de Jair Bolsonaro, que atacou o movimento sindical, retirou direitos trabalhistas, promoveu o desmonte das estatais e ainda diminuiu investimentos públicos em áreas sociais, como a saúde, a educação e a moradia popular. Já Lula foi presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e apoiador da luta dos trabalhadores por direitos e melhores salários.

Para o professor e presidente da CUT São Paulo, Douglas Izzo, a presença de Lula no Anhangabaú, renova as expectativas da Classe Trabalhadora.

“Iniciamos um ano com esperança de dias melhores, de uma nova política econômica com a garantia de direitos sociais e trabalhistas e o fortalecimento da democracia. Sabemos que temos muitos desafios pela frente, principalmente depois de termos sofrido com um governo que ampliou a fome, a miséria e a desigualdade, mas a chegada de Lula renova as nossas perspectivas de um Brasil melhor. É nesse clima que realizamos o nosso 1º de maio em 2023”, destaca Douglas Izzo.

A escolha do local também carrega uma importante história, já que o Vale do Anhangabaú foi palco de protestos como o de 16 de abril de 1984, que reuniu um milhão e meio de pessoas nas ruas exigindo o fim do regime militar no Brasil e eleições diretas para presidente.

Reivindicações das Centrais Sindicais

Com o lema “Emprego, Renda, Direitos e Democracia”, as Centrais levam às ruas 15 reivindicações que tratam desde a política de valorização do salário mínimo até a regulamentação do trabalho por aplicativos e a defesa das empresas públicas. São elas:

– Fortalecimento das negociações coletivas

– Mais empregos e renda

– Fim dos juros extorsivos

– Política de valorização do salário mínimo

– Direitos para todos

– Revogação dos marcos regressivos da legislação trabalhista

– Fortalecimento da democracia

– Aposentadoria digna

– Trabalho igual, salário igual – Convenção 156 (OIT)

– Valorização do servidor público – Convenção 151 (OIT)

– Contra o assédio moral, a violência e o racismo

– Revogação do “Novo” Ensino Médio

– Desenvolvimento econômico e social

– Regulamentação do trabalho por aplicativos

– Em defesa das empresas públicas

Atrações culturais

Além da presença de Lula e outras autoridades, quem for ao Vale do Anhangabaú vai assistir a apresentações musicais dos cantores Zé Geraldo, Leci Brandão, Toninho Geraes, Almirizinho, MC Sofia, Edi Rock e Dexter. O evento conta ainda com a performance do grupo bloco Ilú Obá de Min e a discotecagem da DJ Maria Teresa.

Por Vanessa Ramos/CUT-SP, com edição de Rosely Rocha/CUT Nacional

Deixe um comentário

0/100

the Kick-ass Multipurpose WordPress Theme

© 2024 Kicker. All Rights Reserved.

Sign Up to Our Newsletter

Be the first to know the latest updates

[yikes-mailchimp form="1"]