Pular para o conteúdo Vá para o rodapé

Financiários têm reajuste salarial de 4,04% a partir de junho

Os financiários vão receber um reajuste salarial de 4,04%, retroativo a 1º de junho. Esta reposição é baseada no INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), calculado pelo IBGE (Instituto Nacional de Geografia e Estatística) acumulado nos últimos 12 meses, divulgado na última quarta-feira (7/06), que apresentou uma variação de 3,74%, mais  0,3% a título de aumento real, conquista da CCT (Convenção Coletiva de Trabalho) 2022-2024.

“O reajuste salarial e das verbas adicionais é um tema de extrema importância para os trabalhadores e trabalhadoras das financeiras, pois busca corrigir os salários de acordo com a inflação e, se possível, garantir um aumento real, que vai além da reposição dos valores perdidos para manter o poder de compra”, afirmou Jair Alves, coordenador da Comissão de Organização dos Financiários.

O valor do reajuste é calculado com base no INPC/IBGE, que é um índice que mede a variação dos preços de um conjunto de produtos e serviços consumidos pelas famílias brasileiras com rendimentos de 1 a 5 salários-mínimos. Nos últimos 12 meses, o INPC/IBGE acumulou uma alta de 3,74%, refletindo o aumento nos custos de vida para os trabalhadores.

O coordenador da Comissão apontou que esta é mais uma vitória da Campanha Salarial organizada pela Contraf-CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro) e pelos Sindicatos. “A CCT de dois anos é um grande acerto. Ela assegurou dois aumentos reais para os trabalhadores de uma vez só, garantindo um ajuste adequado às condições econômicas do país”.

Fonte: Contraf-CUT

Deixe um comentário

0/100

the Kick-ass Multipurpose WordPress Theme

© 2024 Kicker. All Rights Reserved.

Sign Up to Our Newsletter

Be the first to know the latest updates

[yikes-mailchimp form="1"]