<

aqui para ler a carta aberta.

Por Rodrigo Zevzikovas/Contraf-CUT

DEIXE O SEU COMENTÁRIO