aqui para ler a edição digital.

Na reunião, realizada por videoconferência, representantes da categoria reafirmaram a importância da mesa da negociação coletiva e da mesa única, processo este que reconhecido pelo presidente da Febraban (Federação Nacional dos Bancos) Isaac Sidney Menezes Ferreira.

Esta semana as partes devem retornar contato para definir o calendário de negociações da Campanha 2020.

A Minuta de Reivindicações tem como principais pontos a reposição da inflação acumulada desde a última data base, aumento real de 5% nos salários e demais cláusulas econômicas, incluindo a PLR (Participação nos Lucros e Resultados), melhores condições de trabalho, de saúde e segurança, definição sobre o teletrabalho e defesa dos bancos públicos.

Trabalho presencial no BB

Na pág. 2, o jornal faz um relato da reunião entre dirigentes da FETEC-CUT/PR (Federação Estadual dos Trabalhadores nas Empresas de Crédito do Paraná) e do Sindicato de Curitiba com a Superintendência Estadual do Banco do Brasil, ocorrida no dia 24/07. Os dirigentes sindicais cobraram respostas do banco sobre a convocação de funcionários e funcionárias que estão em home office para retomar o trabalho presencial.

Representantes do banco alegaram que houve um “mal-entendido” na convocação aos funcionários e que serão avaliados todos os casos para a manutenção do isolamento e flexibilização do retorno ao trabalho presencial.

Segundo Segundo Laurito Porto de Lira Filho, diretor do Sindicato de Londrina, na reunião com o BB foi definido que os funcionários convocados a retornar ao trabalho presencial devem entrar em contato com seus gestores para apresentar o que o impossibilita sua volta ao trabalho presencial.

“Caso não seja possível resolver essa questão com o gestor, a Gepes deve ser acionada ou procurar o Sindicato para buscar a solução mais adequada”, orienta Laurito.

#MexeucomaCaixamexeucomoBrasil

A ação #MexeucomaCaixamexeucomoBrasil é tema de matéria na pág. 2 do Vida, informando que esta mobilização foi lançada pelas entidades de representação da Caixa Econômica Federal no dia 23/07 para cobrar respeito aos empregados e empregadas.

Esta ação, segundo o presidente do Sindicato de Londrina, Felipe Pacheco, é uma resposta à direção da Caixa contra a convocação para o trabalho presencial e aos ataques que a direção do banco tem feito à organização dos empregados.

“Felizmente, os empregados e empregadas sabem da seriedade da representação sindical e participaram massivamente da construção da Campanha 2020, apontando as reivindicações específicas e reafirmando a defesa da Caixa enquanto banco público de papel fundamental para o País”, afirma Felipe.

Eleições para representantes de base e delegados sindicais do Sindicato de Apucarana

O Sindicato de Apucarana estará recebendo até o dia 31/07 inscrições de funcionários do Banco do Brasil e da Caixa que estão interessados em atuar como representantes sindicais de base e delegados sindicais.

A votação será feita nos dias 4, 5 e 6 de agosto. No BB, os eleitos representarão toda a base da entidade e na Caixa cada unidade elege seu delegado sindical.

“Ressaltamos a importância dessas eleições para representantes de base do BB e de delegados sindicais da Caixa, pois eles atuarão em conjunto com o Sindicato, organizando seus colegas para as lutas específicas destes dois bancos, bem como as gerais da categoria, como é a Campanha Nacional 2020”, explica Rose Zanin, presidenta do Sindicato de Apucarana.

Negociações com o Santander

Matéria na pág. 3 relata a reunião de negociação entre a COE (Comissão de Organização dos Empregados) e o Santander para discutir demandas específicas.

O banco assumiu compromisso de negociar o banco de horas negativo para os bancários e bancárias que estão em casa por conta da pandemia do novo coronavírus e fazerem parte do grupo de risco.

Os dirigentes sindicais criticaram mudanças nos protocolos sobre a Covid-19, em especial a autorização para que os funcionários façam apenas testes de farmácia, comprovadamente menos eficazes para detectar a doença.

Testes da Covid-19 no Bradesco

No Bradesco, como informa o Vida Bancária, bancários e bancárias de Londrina e de Arapoti já estão fazendo os testes para detectar a Covid-19.

Em Londrina, os testes estão sendo feitos no Laboratório LAB Imagem pelo sistema drive thru. Para mais informações ligue para o telefone (43) 3305-3500. É preciso levar o crachá do banco e documento com foto.

Na base do Sindicato de Arapoti, o teste está sendo feito no Laboratório Clinicenter Jaguariaíva, localizado na Travessa Euzébio Delgado 37, no Centro de Jaguariaíva. É necessário agendar o teste pelo telefone (43) 3535-2150 e apresentar o crachá do banco e documento de identidade quando for ao Laboratório.

Reivindicações específicas dos funcionários Itaú

Leia também na edição digital do Vida Bancária desta semana as deliberações do Encontro Nacional dos Funcionários do Itaú, realizado, por videoconferência, no dia 14 de julho.

Durante o evento foi discutida a Campanha 2020 e definida a pauta de reivindicações específicas dos funcionários do banco, que buscam, entre outros pontos, melhorias na remuneração, condições de trabalho, saúde, renovação do Acordo da PCR (Participação Complementar nos Resultados) e do Programa de Bolsas de Estudos.

Chapa Sempre na Luta é eleita na base de Arapoti

O jornal traz na pág. 4 os resultados das eleições para o Sistema Diretivo do Sindicato de Arapoti. A Chapa 1 – Sempre na Luta foi eleita com 97,14% dos votos dos associados e associadas.

A Chapa Sempre na Luta foi a única inscrita neste processo eleitoral e a votação foi realizada entre os dias 21 e 24/07 por meio eletrônico no site do Sindicato.

“Agradecemos a todos os bancários e bancárias de Arapoti e Região pelo apoio recebido à nossa Chapa e garanto que vamos continuar empenhados na luta em defesa dos direitos e dos empregos da categoria, reforçando as ações necessárias para combater os intensos ataques que a Classe Trabalhadora vem sofrendo nos últimos tempos”, aponta Carlos Roberto de Freitas, presidente do Sindicato de Arapoti reeleito pela Chapa 1.

Combate ao novo coronavírus

A coluna de Saúde do Vida Bancária desta semana aborda a solicitação feita pelo Sindicato de Londrina para que a Prefeitura Municipal de Londrina estabeleça em Decreto medidas a serem adotadas pelos bancos quando funcionários forem testados positivamente para a Covid-19.

Esta iniciativa, segundo a secretária de Saúde do Sindicato de Londrina, Eunice Miyamoto, é necessária porque cada banco tem seu próprio protocolo e nem todos os procedimentos têm sido cumpridos definidos pelas autoridades sanitárias sob a justificativa de que não estão previstos em decretos.

Derrota do governo na MP 927

Nota na pág. 4 informa a perda da validade da MP (Medida Provisória) 927, editada pelo governo Jair Bolsonaro para precarizar ainda mais as relações de trabalho no País.

Devido à pressão das Centrais Sindicais e dos partidos de oposição, a MP, que tinha prazo de vigência até o dia 19/07, foi retirada da pauta de votação do Senado e caducou.

Entre outros retrocessos, a MP 927 alterava as regras para a antecipação das férias, do banco de horas, previa o parcelamento de débitos trabalhistas e regulamentava o teletrabalho sem qualquer negociação com o movimento sindical.

Por Armando Duarte Jr.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO