ofício, no final da noite de quinta-feira (7/05), à direção do banco para requerer a suspensão da abertura extraordinária e funcionamento das agências da Caixa aos sábados.

A justificativa é que as informações divulgadas pelo próprio banco público indicam que houve redução de filas nas agências, não havendo, portanto necessidade para a abertura aos sábados. “A diminuição nas filas é fruto do trabalho heróico dos empregados”, lembrou Fabiana Uehara Proscholdt, secretária da Cultura e representante da Contraf-CUT nas negociações com a Caixa.

Fabiana lembra que, ao estabelecer o trabalho aos sábados, a Caixa provoca mais desgastes aos trabalhadores que já tiveram uma semana de jornada extenuante e excessiva e que gerou esgotamento físico, mental e emocional para efetuar o pagamento para mais de 50 milhões de brasileiros que aguardavam o Auxílio Emergencial. “Reivindicamos a suspensão do trabalho no sábado para que os empregados possam gozar do final de semana e estar ao lado de seus familiares, recompondo-se para a próxima semana de trabalho.”

Fonte: Contraf-CUT

DEIXE O SEU COMENTÁRIO