<

aqui para ler a Edição Especial do boletim O Espelho.

Fruto de negociação entre as entidades representativas dos funcionários (Contraf-CUT, Anabb, AAFBB e FAABB) e a diretoria do Banco do Brasil, a proposta foi construída em conjunto com os diretores e conselheiros eleitos e indicados da Cassi e traz melhorias aos associados, mesmo nesta conjuntura de ataque aos direitos dos trabalhadores, ameaças de privatização e destruição das empresas públicas.

Os associados podem analisar a proposta na íntegra no site da Cassi e deliberar sobre a aprovação da mesma entre os dias 18 e 28 de novembro.

“A Cassi passa por um momento difícil, com grande déficit fiscal e o risco de ter a carteira do plano associados alienada e transferida para o mercado de saúde privada. Esta proposta pode salvar nossa Caixa de Assistência. Por isso, defendemos sua aprovação”, disse o coordenador da CEBB (Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil), João Fukunaga.

Fonte: Contraf-CUT

DEIXE O SEU COMENTÁRIO